domingo, 28 de março de 2010

A PEDIDOS

Para todos os fãs, meu ar mais blasé possível de modo que vocês possam curtir meu nariz pra lá de limpo. Primeiro é por eu não meter o nariz em qualquer lugar e , segundo, por eu ser mesmo essa pessoa especial. Ou você pensa que é fácil ficar posando até o humano de plantão acertar a foto. Cara, como é dorfo... treme, erra, muda, reclama e depois diz que eu é que mudei de lugar...

quinta-feira, 25 de março de 2010



Tem SER que não se dá ao respeito... isso já é circo! Sou terminantemente contra este tipo de exploração: Irmãos unidos jamais serão vencidos!
Abaixo o gato circense!
Irmãos: mantenham sua dignidade e independência!
3 vivas para a autoestima!!

terça-feira, 23 de março de 2010

PROFISSÕES: PEDREIRO

Cara, humano é coisa estranha mesmo. Olha, quando eles têm dificuldade ficam falando que é uma pedreira. Depois eu descobri que pedreira é um lugar de onde eles tiram pedra. Não bastasse isso, escutei que vinha cá um pedreiro. Olha, foi um perereco na minha cabeça. O que podia ser um pedreiro? Alguns preparos foram feitos: avisaram a empregada, estenderam uma lona preta perto da parede e trataram de cobrir as coisas com lençol. Fiquei tentando imaginar o que viria a seguir.

Pois veio o tal do Pedreiro. A princípio parecia apenas mais um humano, um pouco mais sujo do que de costume os humanos são, apenas isso. Revelou-se, no entanto um ser capaz de levar consigo diversas coisas estranhas e barulhentas que meu humano chama de ferramentas. Ele sabe destas coisas, afinal também tem algumas.

De repente, aquele ser começou a fazer um buraco na parede. Camarada sem noção. Uma barulheira danada, poeira e pedaço de parede pra todo lado. alguns inclusive na minha direção. Corri como quem corre pela vida. Meus humanos ficaram contentes e eu acho que eles perderam o juízo, isso sim. Como pode ver aquele espetáculo de horror e exclamar: agora vai! E coisas do tipo. Como? Tudo por conta de uma aguinha que resolveu sair da tomada. EU provei, portanto sei o que estou falando. A par um gosto de ferrugem a água até que era boa. Mas meus humanos ficaram reclamando uma noite inteira e depois mais a manhã toda daquela água. Inclusive acharam por bem ficar passando pano em vez de deixar eu beber. 

Por via das duvidas eu preferi passar o dia em baixo da cama de meus humanos. Ela é bem grande e eu fico lá no meio. Só saio de lá, depois de uma hora de silêncio.  É meu refúgio mais seguro. Eu precisava de garantias de que o tal pedreiro tivesse ido. Fui conferir o local e segundo meus cálculos aquele ser das profundezas deve voltar. É preciso estar atento, afinal tudo pode acontecer quando a gente deixa os humanos soltos, sem comando.

segunda-feira, 22 de março de 2010

DIA MUNDIAL DA ÁGUA

sexta-feira, 19 de março de 2010

quarta-feira, 17 de março de 2010

sábado, 13 de março de 2010

OLHA PRO CÉU...

 
Tem uma estrela nova lá. E como brilha!

terça-feira, 9 de março de 2010

O MAIOR BANHEIRO DO MUNDO

Cara, fiquei sabendo que tem um lugar que deve de ser o maior banheiro do mundo. Sabe aquela caixa de areia lá de casa: fichinha, perto do que os humanos chamam de praia.

quinta-feira, 4 de março de 2010

CANTIGAS DE RODA

"Atirei o pau no GA-TO-TO, mas o GA-TO-TO, não morreu" Que história é essa?? E depois a Dona Chica ainda se admira do berro que o gato deu? Já não basta atirar um pau em um gato, sem que ele tenha lhe feito nada, ainda se admira de que não morreu e que berrou? Crueldade tem limite!! Esse tipo de muxquinha bêsta deveria ser banida, nunca mais ensinada e reciclada, como nesta versão do Ronaldo Torres:


“Não atire o pau no ga-to-to
Que o ga-to-to
Não fez na-da-da.
Dona Chi-ca-ca
Admirou-se-se
Como o gato, como o gato
É camarada!”
– Miaaauuuuuuuuu!